Escolha uma Página

Um novo jogo, novas regras.

As regras do mercado de midia estão em transformação. O ambiente de negócios esta sendo alterado por um conjunto de fatores imprevisíveis.
O mundo digital inunda as plataformas com conteúdo todos os dias. 204 Bilhões de emails são enviados diariamente. 48 horas de vídeo são postados a cada minuto no YouTube. A taxa de crescimento anual do conteúdo digital é superior a 100% *
A fidelidade do consumidor desapareceu. Todos tem acesso a tudo a qualquer minuto. Enquanto você lê esta frase o Google respondeu 170 mil buscas.
O conteúdo digital sem custo ou de baixíssimo custo destrói valor na midia profissionalizada, institucionalizada e tradicional.

A infraestrutura do mundo da midia está tornando-se obsoleta muito rápido, criando um paradoxo de atualizações cada vez mais rápidas.
O modelo de marketing baseado em Branding não tem a mesma eficiência do passado, o discurso das marcas é pouco relevante para os consumidores digitais e isso desvaloriza os espaços comerciais convencionais dos veículos de comunicação.
O equilíbrio saudável entre valor e a performance foi quebrado e o mundo da comunicação vive um ciclo baseado em performance. Custo por venda ou custo por conversão são mais importantes que o valor do discurso ou do que o espaço onde o discurso está inserido. Neste caos midiático surgiu a midia programática, que derruba ainda mais o valor da mídia digital.

Como podemos jogar nestas novas regras?

A busca de equilibrio entre performance e valor é uma das chaves de sobrevivência neste mundo métrico e em mutação.

O apetite do mercado por performance ou retorno sobre o investimento, chegou a um limite perigoso. Comprar cada vez mais barato gera destruição de valor. Os investidores não valorizam bem as empresas que geram receitas exclusivamente a partir de campanhas de mídia programática, links patrocinados ou qualquer outra midia de performance. O motivo é óbvio, estas empresas são dependentes do investimento em performance, suas marcas não tem atributos de valor. Este é uma problema grave para as empresas de e-commerce.
O bom equilíbrio entre performance da marca e valor da marca gera resultados melhores, mais saudáveis e sobretudo sustentáveis.

Mas como gerar valor e atrair pessoas para o seu conteúdo? A resposta está novamente na combinação de qualidade e performance. Um conteúdo de qualidade fideliza público e cria hábito. Um programa de divulgação via midia de performance, usando dados para falar com as pessoas certas na hora certa com o conteúdo certo. Esse é a principal estratégia de Amazon e Netflix.

Uma empresa de midia pode utilizar técnicas de growth hacking? Como desenvolver estratégias de conteúdo e marca que encantem a audiência? Bem, buscar estas respostas é o trabalho da PQ Consultoria.